Polícia investiga se um segundo carro deu cobertura a assassinos de Marielle Franco e motorista

Polícia investiga se um segundo carro deu cobertura a assassinos de Marielle Franco e motorista

Veículo teria ficado parado na porta de casa onde a vereadora participou de um evento contra o racismo. Polícia já identificou a placa do carro

16/03/2018 - 01:56 hs
Foto: (Divulgação)
Polícia investiga se um segundo carro deu cobertura a assassinos de Marielle Franco e motorista
Carro em que Marielle estava quando foi baleada

A polícia investiga a participação de um segundo carro no crime que resultou na morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes. Segundo os investigadores, o veículo daria cobertura aos assassinos e esteve na porta da casa, por 2h, no Centro do Rio, onde a vereadora participou de um encontro contra o racismo.

Os policiais conseguiram identificar a placa do carro. As imagens não foram divulgadas. Durante todo o dia, a polícia coletou informações no local do crime e com testemunhas como uma assessora de Marielle que também estava no carro e não foi atingida pelos tiros.

A vereadora Marielle Franco foi morta a tiros dentro de um carro na Rua Joaquim Palhares, no bairro do Estácio, na Região Central do Rio, por volta das 21h30 desta quarta-feira (14). Além da vereadora, o motorista do veículo, Anderson Pedro Gomes, também foi baleado e morreu. A principal linha de investigação da Delegacia de Homicídios é execução.

Durante toda a quinta-feira, milhares de pessoas se concentraram diante da Câmara Municipal, onde Marielle trabalhava, para uma última homenagem à vereadora e à Anderson Gomes.

Na tarde desta quinta-feira (15), os corpos da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes foram enterrados por volta das 18h sob forte emoção de amigos e de familiares.