Aliviados niquelandenses celebram fim da gestão Valdeto Ferreira

População festeja o fim de uma gestão, que segundo especialistas, é considerada como a mais atrofiada e incompetente de todos os tempos

Por Semaías Pereira 23/04/2018 - 21:10 hs
Foto: (reprodução)
Aliviados niquelandenses celebram fim da gestão Valdeto Ferreira
Valdeto Ferreira, prefeito eleito de Niquelândia, teve mandato casado pelo (STE)

A decisão do Superior Tribunal Eleitoral (TSE), em ordenar ao Tribunal Eleitoral de Goiás (TER-GO), a executar o afastamento definitivo do prefeito Valdeto Ferreira (PSDB), trouxe aos moradores da cidade de Niquelândia, uma sensação de alivio e justiça. 

Valdeto Ferreira, havia sido eleito para seu segundo mandato em 2016 com 10. 603 votos, teve seu registro de candidatura cassado pela Superior Tribunal Eleitoral por 7 votos a 0, no início do mês fevereiro deste ano, graças a uma série de irregularidades cometidas em sua primeira gestão como prefeito (1993-1996).

Assim que a decisão de duas páginas, proferida pelo ministro Luiz Fux, chegou ao conhecimento da população do município que conta hoje com pouco mais de 45 mil habitantes, a cidade foi tomada por um completo clima de festejos, tanto nas ruas, como uma onda generalizada pelas redes sociais. 

Empresários, comerciantes, serventes da educação, e estudantes comemoram o fim de uma gestão, que segundo especialistas, é considerada como a mais atrofiada e incompetente do município desde a sua emancipação política. 

Entre os aliados do prefeito Valdeto, ouvidos pela nossa reportagem, e que pediu para não ser identificado, afirmam que a cidade ganha com o fim dessa gestão, que tem sido a principal responsável pela maior crise, moral, política e financeira do município. 

“Nos sentimos com a sensação de atenuação de um peso, a carga está sendo tirada, e a nossa comunidade viverá dias de abrandamento”.