Talita Younan comemora momento em Malhação: "quero o mundo"

Atriz fala da repercussão da sua personagem, K1, na sociedade e a vontade de seguir trabalhando: "sem férias", garante ela

12/05/2018 - 02:37 hs
Foto: (Gustavo Paixão)
Talita Younan comemora momento em Malhação:
Talita Younan

Talita Younan não esperava que a sua personagem em Malhação: Viva a Diferença fosse ganhar tanto carinho do público. Escalada para ser a antagonista da trama, a K1 foi ganhando espaço e nuances com o passar dos capítulos, trazendo uma importante discussão: o assédio sexual dentro de casa.

Ao denunciar o padastro nos episódios, Talita ganhou a empatia e admiração do público. Não é preciso se esforçar muito para perceber o talento e zelo da jovem atriz nas cenas mais dramáticas: "Todos nós tivemos muito cuidado com as cenas, para passar informação, emoção, sem ficar didático. Foi tudo gravado com muito carinho e delicadeza", diz ela.

Em entrevista para a GQ, a atriz falou da responsabilidade de viver a personagem e contato direto com fãs que passaram pelo mesmo trauma na adolescência. Além disso, ela fala sobre o desapego com o corpo e a vontade de aproveitar o bom momento na TV Globo: "estou com gás e querendo o mundo", afirma.

Talita, a sua personagem dialoga muito com alguns dos assuntos mais discutidos pelo feminismo hoje em dia. Na sua adolescência, você tinha noção do que era o assédio, por exemplo? Qual a importância da K1 para a o público jovem, em sua visão?

Na minha adolescência, eu não ouvia falar muito sobre assédio, não. Eu comecei a entender e discutir sobre isso depois de adulta. Eu sei que a k1 é muito importante para o público jovem porque ela dialoga diretamente com eles sobre varias situações que elas vivem diariamente.  Eu recebi milhares de mensagens de meninas que se sentiram apoiadas e incentivadas depois do que aconteceu com a K1 na série. Quando descobri que ia falar de assédio, senti uma responsabilidade muito grande. Todos nós tivemos muito cuidado com as cenas, para passar informação, emoção, sem ficar didático. Foi tudo gravado com muito carinho e delicadeza. Conseguimos atingir muitas meninas e estou orgulhosa da mensagem que passamos. Foi coisa de mais de mil mensagens de meninas dizendo que conseguiram se abrir com alguém, que conseguiram denunciar. Feliz de saber que meu trabalho está servindo como conselho, como exemplo, inspiração. É exatamente por isso que escolhi ser atriz!

Na internet, o público costuma vibrar e sofrer com a sua personagem, comentando quase sempre os capítulos ao vivo. Já caiu a ficha sobre o alcance da Malhação? Você é vista por milhões de pessoas.

Meu, acho que nós que estamos de dentro, trabalhando muito, não temos essa dimensão, não. Eu vejo mais isso nas ruas. Quando vou ao mercado, é inacreditável. Sempre tem muita gente dando conselhos pra K1, pedindo fotos. Nosso público é muito presente e ativo na internet também, né? Estão sempre por perto e conversam muito com a gente. Mas sinto que não mudou nada pra mim. Continuo fazendo as mesmas coisas de sempre e amo esse contato direto com os fãs. É importante saber o que eles gostam, o que eles acham, sugestões. Eles trouxeram um amor pela K1 que eu achei que não fosse existir, transformaram ela em uma das personagens mais queridas e foi uma surpresa pra mim! Muito disso que tudo que estou vivendo eu devo aos fãs que curtiram muito esse trabalho junto comigo. Sou perdidamente apaixonada pela K1, também!