Cuidado Niquelândia, cuidado: Denguinho e Boda, eles querem voltar, ao poder

Boda, sabe que fazer parte do poder é um negócio lucrativo, e agora quer a cadeira de vice-prefeito

Por Semaias Pereira 02/06/2018 - 00:18 hs
Foto: (divulgação)
Cuidado Niquelândia, cuidado: Denguinho e Boda, eles querem voltar, ao poder
Eleições extemporâneas em Niquelândia, estão marcadas para 03 de junho

As candidaturas de Weder Chimango, o vulgo Denguinho e seu vice Junior Leal, o vulto Boda, é uma verdadeira volta ao passado político do município

O ex-vereador, foi presidente da Câmara municipal, e um dos fiéis aliados do ex-prefeito Ronan Rosa Batista, e diga se de passagem, que foi graças às intervenções de Denguinho que Ronan, escapou de ser investigado em uma CPI, pela câmara municipal de vereadores. 

Denguinho ainda foi um dos principais responsáveis pela campanha do ex-prefeito Valdeto Ferreira, que teve seu mandato cassado pelo Superior Tribunal Eleitoral, com base na leia da ficha limpa. Todo a sobra política da gestão de Valdeto Ferreira, está hoje com o candidato Denguinho. 

A equipe de Denguinho e Boda, é composta por quase todos os ex-secretários de Valdeto, e se eleito, deve ter o ex-prefeito como principal conselheiro

Nossa reportagem apurou e conseguiu descobrir que não só Valdeto, mas também o prefeito interino Leo Ferreira, estaria por trás da campanha de Denguinho e Boda

Impedido de disputar as eleições municipais como candidato a vereador, ou pelo menos como vice-prefeito de Valdeto, por problemas junto a justiça eleitoral, Denguinho sonha em voltar ao poder, e dessa vez não mais como vereador, mas na condição de prefeito de Niquelândia, cidade, da qual é corresponsável, por todas as mazelas, que a muncipalidade tem atravessado, seja por responsabilidade e participação como vereador, ou por ter sido um dos fieis aliados do ex-prefeito Valdeto. 

João Junior Leal (Boda)

Ligado a igreja Assembleia de Deus – Madureira, o candidato a vice-prefeito ao lado de Denguinho, Junior Leal, ou Boda, como é conhecido, sonha em voltar aos tempos dourados da politica niquelandense

Ledo engano, os que imaginam que o vulgo Boda, é um mero, espectador da política local, a família Leal, ou família do Boda, como queiram, fizeram parte do grupo de empresários que supostamente prestaram serviços para a prefeitura, na gestão do ex-prefeito Ronan

Embora não exista ainda, nenhuma acusação contra o candidato a vice-prefeito, Junior Leal (Boda), pesa contra ele, ter se enriquecido, e engrossado o patrimônio familiar na gestão do ex-prefeito Ronan. Embora a crise política e econômica em Niquelândia, tem sido uma realidade, Boda, sabe que fazer parte do poder é um negócio lucrativo, e agora quer a cadeira de vice-prefeito