Vice-presidente da OAB-GO baleado em fazenda está com bala alojada, mas situação é 'tranquila', diz filho em áudio

Vice-presidente da OAB-GO baleado em fazenda está com bala alojada, mas situação é 'tranquila', diz filho em áudio

Em registro enviado a amigos e obtido pela TV Anhanguera, jovem afirma que pai está consciente. Thales José Jayme foi ferido no pescoço após discussão com funcionário, que se matou

10/06/2018 - 01:42 hs
Foto: (OAB-GO/Reprodução)
Vice-presidente da OAB-GO baleado em fazenda está com bala alojada, mas situação é 'tranquila', diz filho em áudio
Thales Jayme, vice-presidente da OAB-GO, está internado no Hugol após ser baleado

O filho do advogado Thales José Jayme, baleado na manhã deste sábado (9), na fazenda dele, em Pirenópolis, região central de Goiás, disse que o pai está com a bala alojada, mas com a situação "absolutamente tranquila". O relato está em um áudio que Caio Jayme enviou a amigos e ao qual a TV Anhanguera teve acesso (ouça acima). O suspeito do disparo é um funcionário da fazenda, que atirou contra si após o disparo e morreu.

"Para tranquilizar todo mundo, o médico veio aqui fora, conversou com todo mundo. Meu pai está conversando, está consciente. Minha mãe está lá dentro agora conversando com ele. Mas o médico veio aqui e falou a bala alojou perto da coluna, mas a situação é absolutamente tranquila. Tá tudo certo. Podem ficar tranquilos que está tudo bem, graças a Deus", disse Caio.

Thales está internado no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia. No último boletim divulgado, às 11h20, a situação dele é considerada regular. Ele está consciente e respirando espontaneamente.

O crime ocorreu por volta das 9h. O advogado discutiu com o funcionário, identificado como José Pereira Barbosa, de 52 anos. Ao sair do local de carro, Thales foi atingido no pescoço e perdeu o controle da direção, e o veículo entrou em uma represa rasa. Em seguida, o funcionário atirou contra si.

Os dois foram socorridos. José não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime, em Pirenópolis. Thales foi levado para o mesmo local e depois transferido de helicóptero para o Hugol.

Investigação

De acordo com o delegado Vander Coelho, que esteve na propriedade, a perícia já foi realizada. Ele afirma que o gerente da fazenda testemunhou o crime e que o relato dele é condizente com a situação encontrada pela corporação.

"Houve uma discussão a qual o gerente não soube dizer o motivo. Após isso, o homem apresentou a arma para o advogado, que saiu e entrou no carro. Porém, o homem efetuou dois disparos, sendo que um atingiu a vítima", disse Coelho ao G1.

Em nota, a OAB-GO disse que lamenta "profundamente o ocorrido" e espera que o caso "seja devidamente apurado" pela polícia.

Esta foi a segunda vez que Thales escapou de uma tentativa de homicídio. Em 2004, durante uma discussão dentro da OAB-GO, ele foi baelado por outro advogado. Ele foi atingido na perna.

Country Clube

Thales também é presidente do Country Clube de Goiás, que realiza, neste sábado, a tradicional festa junina da instituição. Por meio de nota, a assessoria do Country informou que, “apesar do incidente”, o evento será realizado normalmente.

“A continuidade da comemoração foi um pedido do próprio presidente à diretoria ainda nesta manhã por reconhecer a importância da festa no calendário do clube e de Goiânia”, diz a nota.