Polícia Civil prende 'madame do crime' suspeita de chefiar mais de 15 furtos a residências

Formada em educação física, mulher de 25 anos visitava os pais em condomínio de luxo e gostava de ostentar em postagens nas redes sociais. Ela negou envolvimento nos crimes

14/11/2017 - 17:55 hs
Foto: (reprodução)
Polícia Civil prende 'madame do crime' suspeita de chefiar mais de 15 furtos a residências
Mulher suspeita de comandar roubos ostentava nas redes sociais em São Carlos

A Polícia Civil de São Carlos (SP) prendeu, na noite de terça-feira (13), uma mulher de 25 anos suspeita de comandar mais de 15 furtos a residências da cidade.

Maria Angélica Macedo da Silva foi apelidada de 'madame do crime' pelos policiais, que se surpreenderam com o poder aquisitivo e o nível de escolaridade da mulher, formada em educação física.

A jovem, que estava em São Carlos para visitar os pais em um condomínio de luxo, gostava de ostentar em postagens nas redes sociais. Ela negou envolvimento nos crimes. Como não apresentou advogado, o caso foi encaminhado para a Defensoria Pública.

Investigação

Segundo o delegado Maurício Dotta, foram dois meses de investigação para chegar até a suspeita, que tinha informações privilegiadas na escolha das casas.

Prisão

A jovem foi detida pelos policiais após uma tentativa de furto a uma residência na Rua Campos Sales. Segundo o boletim de ocorrência, ela estava em frente a uma casa, dentro de um carro, quando os proprietários do local chegaram.

Questionada pelos moradores, a mulher respondeu ter se confundido, achou que a casa era de outra pessoa e foi embora.

Ao entrarem no imóvel, os proprietários se depararam com portas danificadas. Eles anotaram a placa do carro e passaram para a Polícia Militar.

Policiais iniciaram buscas e encontraram a suspeita em um posto de combustíveis, na Vila São José. Uma adolescente de 16 anos e um jovem de 18 estavam no carro dela.

Eles foram encaminhados a delegacia e os donos da casa reconheceram a mulher que estava dirigindo o carro. Interrogados, o trio negava qualquer crime enquanto os policiais iniciavam uma série de buscas por objetos furtados pela quadrilha em cinco endereços.

Objetos furtados

Em uma casa no bairro Romeu Tortorelli, a polícia encontrou uma televisão e uma mala com diversos objetos como joias, perfumes, bebidas, aparelhos eletrônicos, entre outros. No bairro Arnon de Mello, mais joias foram encontradas na casa do jovem, de 18 anos, que foi detido com a mulher no carro.

Em um imóvel no bairro Santa Angelina, após nova denúncia, um homem de 26 anos foi detido com alguns objetos e uma motocicleta furtada. Ele disse ter comprado veículo por R$ 1,2 mil e foi autuado por receptação de produtos roubados.

Indiciamento

Maria Angélica passou pela audiência de custódia e foi indiciada por furto qualificado continuado e teve a prisão preventiva decretada. Ela foi levada para a penitenciária de Pirajuí (SP), região de Bauru.

O jovem e a adolescente que estavam com ela foram liberados após prestarem depoimento. Ninguém da família da jovem compareceu à delegacia.