TRF determina prisão de Picciani, Albertassi e Melo no Rio

Peemedebistas foram alvo da Operação Cadeia Velha, que investiga uso de cargos da Alerj para prática de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas

16/11/2017 - 18:05 hs
Foto: (Reginaldo Pimenta/Raw Image/Folhapress)
TRF determina prisão de Picciani, Albertassi e Melo no Rio
O presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani (PMDB), é levado para depor na sede da

A 1ª Seção Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região determinou nesta quinta-feira, 16, a prisão dos deputados estaduais Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo, denunciados pelo Ministério Público Federal. Todos os desembargadores que participaram da sessão – eram cinco – votaram pela prisão dos peemedebistas.

Os procuradores defendem a prisão preventiva dos três peemedebistas e o afastamento deles da Assembleia com base nas investigações da Operação Cadeia Velha – braço da Lava Jato no Rio. A força-tarefa, deflagrada nesta terça, apura o uso da presidência e de outros cargos da Alerj para prática de corrupção, associação criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Na terça, os três foram conduzidos coercitivamente para depor na sede da Polícia Federal.