Calcinha: um indicador da intenção feminina

Se na primeira noite ela estiver de lingerie da vovó, bege ou meio frouxa, acredite, você tem motivos para comemorar!

16/11/2017 - 18:23 hs
Foto: (Hope/Divulgação)
Calcinha: um indicador da intenção feminina
Calcinha: um indicador da intenção feminina

Às vezes, tão linda e sedutora. Rendada com aquela transparência que aguça os sentidos masculinos.

Às vezes, tão desgrenhada e medonha, à la coador de café, tapando 78% da bunda ou, pior, aterrorizantemente molhada pendurada no seu box.

Por que uma peça de roupa pode causar tanta comoção?

A resposta é simples, curta e grossa, mas não vou entregar assim de bandeja. Afinal, não quero que minha coluna de estreia venha com menos de dez linhas.

A geral já deve saber (espero!) que, quando se leva uma mulher para a cama e encontra uma calcinha sexy, é motivo de comemoração.

Afinal, uma bela lingerie indica que aquela mulher saiu de casa com 80% de vontade de transar com alguém. Você foi apenas o sortudo da vez.

Mulheres têm, sim, apetite sexual desvinculado a laços amorosos. Em bom português: elas, assim como os homens, têm vontade de transar apenas pelo sexo – arrisco dizer que muitas delas também gostariam que você virasse uma pizza logo após o orgasmo.

Fica fácil concluir que, se a mulher estiver com uma calcinha feia, bege ou meio larga, a mesma estatística comprova que a má vontade dela de transar era de 89%.

Se você conseguiu convencê-la, merece o prêmio de TRANSADOR DE CALCINHA FEIA 2017!

Porém, não se engane: a calcinha rendada e minúscula (que incomoda em níveis inexplicáveis), não é necessariamente para agradá-lo.

Geralmente, é para a mulher mesma se sentir sexy. Ok, e causar uma boa impressão.

Mas uma calcinha velha nunca será sinal de descaso.

Se o relacionamento estiver engatilhado e ela aparecer com uma peça mais feinha, é bom se acostumar. Esta será a primeira de muitas.

Isso significa que ela está à vontade com você, que o amor esteja amadurecendo, ou que você vai levar um pé na bunda em menos de duas semanas…