Werdum, sobre confusão com Colby: "Como um lutador vai à polícia por aquilo?

Peso-pesado, que terá de comparecer à corte australiana, dia 13 de dezembro, jogou um bumerangue no americano, conhecido por ofender o povo brasileiro no UFC SP, em outubro

19/11/2017 - 17:31 hs
Foto: (Getty Images)
Werdum, sobre confusão com Colby:
Fabricio Werdum prometeu levar a família quando retornar ao país

Fabricio Werdum vai guardar boas recordações de sua passagem pela Austrália, afinal, no UFC do último sábado, ele venceu Marcin Tybura, por pontos, na luta principal do evento. O gaúcho, no entanto, precisará voltar a Sydney, dia 13 de dezembro, por outro motivo: a confusão com Colby Covington.

Werdum precisará comparecer ao tribunal para dar esclarecimentos sobre o entrevero com o americano. O ex-campeão do Ultimate, contudo, mostrou-se surpreso por Covington ter ido até a polícia prestar queixa contra ele após ser atingido por um bumerangue.

- Não acredito nessa situação. O Colby veio para a Austrália, eu nunca tinha visto ele antes. Falei com meu treinador: "Vamos lá cortar o cabelo". Quando saí, o Colby olhou para mim e disse: "Os brasileiros são animais". Eu não acreditei, dei um tapa no celular dele, e ele me chutou. (...) Ele falou um monte de coisas sobre minha mãe e meu país. Eu joguei o bumerangue, que acertou no ombro dele, não foi nada. Como um lutador vai à polícia por aquilo? Ele foi à polícia por aquilo? É uma loucura. Ele é como... eu não queria dizer essa palavra, mas ele é como uma pu** - declarou Werdum na coletiva pós-evento.

O peso-pesado, que chegou à Austrália quinze dias antes da luta para se ambientar ao fuso-horário, está despreocupado em relação ao compromisso com a corte e prometeu levar a esposa e as filhas ao país para descansar.

- Quando eu voltar para a Austrália, trarei minha família, com certeza. Ficarei aqui por uma semana. Eu irei explicar tudo ao juiz, porque tenho razão, sei que estou certo.

Em relação ao confronto com Tybura, Fabricio Werdum declarou que esperava um duelo parelho devido à qualidade do polonês.

- Eu estava esperando por isso, vi as lutas dele contra Arlovski e outros caras. Eu disse antes da luta que paciência era importante. Vejo muitos caras querendo definir logo as lutas.... é claro que eu também quero, mas não é sempre que isso vai acontecer. Ele é duro no chão, tem um forte chute alto, machucou aqui na minha na cabeça (risos).