Lutadores do card preliminar abocanham bônus de performance do UFC Sydney

Nik Lentz e Tai Tuivasa levam "Performance da Noite". Frank Camacho faz "Luta da Noite" com Damien Brown; mas não leva prêmio por não ter batido o peso

19/11/2017 - 17:40 hs
Foto: (Getty Images)
Lutadores do card preliminar abocanham bônus de performance do UFC Sydney
Frank Camacho (esq.) e Damien Brown sorriem durante um momento de trocação franca no UFC Sydney

Depois de um card principal apenas de lutas decididas nas papeletas dos juízes laterais, a direção do Ultimate decidiu premiar os lutadores do card preliminar com seus bônus de performance no UFC Sydney, na madrugada de sábado para domingo. As "Performances da Noite" foram para o peso-pesado Tai Tuivasa e para o americano Nik Lentz, e a "Luta da Noite" foi dada ao confronto entre Damien Brown e Frank Camacho, vencido pelo segundo. Contudo, apenas três deles embolsaram US$ 50 mil (cerca de R$ 163,9 mil) cada; como Camacho não bateu o limite de peso para sua luta contra Damien Brown, ficou inelegível a receber o bônus, e o valor ficou com o UFC.

De 13 lutas, o UFC Sydney teve apenas três decididas antes do final do tempo regulamentar. Tai Tuivasa foi o primeiro a fazê-lo, na quinta luta da noite. Em sua estreia no UFC, o peso-pesado manteve sua escrita de vencer todas as suas lutas por nocaute no primeiro round, e nocauteou o americano Rashad Coulter com uma joelhada voadora aos 4m35s do combate. Foi sua sexta vitória em seis lutas na carreira.

Nik Lentz obteve a única finalização do evento. Ele estava em desvantagem contra o compatriota Will Brooks, ex-campeão peso-leve do Bellator e seu ex-companheiro de equipe na American Top Team (ATT), mas aproveitou uma entrada de queda ruim do adversário para encaixar uma guilhotina, sua especialidade, e forçar os três tapinhas de desistência aos 2m05s do segundo round. Na entrevista pós-luta, antes mesmo de o evento terminar e ele ser premiado com o bônus, Lentz soou profético ao dizer que tinha US$ 50 mil para apostar que poderia finalizar qualquer de seus ex-companheiros de equipe da ATT.

Frank Camacho e Damien Brown não conseguiram finalizar seu confronto antes do soar da sirene do terceiro e último round, mas não foi por falta de tentativa. Os dois lutadores trocaram golpes de forma franca, mesmo sofrendo golpes duros e com os rostos marcados e ensanguentados. No final, Camacho foi anunciado vencedor por decisão dividida. Brown não concordou com o resultado, mas recebeu o bônus de US$ 50 mil que pediu após a luta. Camacho, que já havia sido multado em 20% no valor de sua bolsa de luta por não bater o peso, foi para casa com a vitória, mas sem o dinheiro extra.