Fóssil de 530 milhões de anos tem olho mais velho já encontrado

Acredita-se que estrutura biológica deu origem aos olhos de insetos contemporâneos

08/12/2017 - 18:56 hs
Foto: (GENNADI BARANOV)
Fóssil de 530 milhões de anos tem olho mais velho já encontrado
FÓSSIL INTEIRO

Paleontólogos descobriram o que pode ser o olho fossilizado mais antigo já encontrado, preservado por mais de meio bilhão de anos. Pertenceu a um trilobite — uma classe de artrópodes precoce e abundante que atingiu o período Cambriano e prosperou nos oceanos por mais de 270 milhões de anos.

"O trilobite ao qual o olho pertence foi encontrado em uma zona onde os primeiros organismos completos apareceram no registro fóssil, portanto, provavelmente é o sistema visual mais antigo que será encontrado", escreveu a equipe no estudo.

Artefatos do tipo geralmente não ficam tão bem conservados, mas a rocha em que os restos fossilizados permaneceram durante todos esses anos ajudou na sua preservação. No entanto, parte da estrutura do sistema visual exterior foi perdida — o que permitiu que os especialistas examinassem melhor o seu interior.

Os pesquisadores contaram cerca de 100 omatídeos (unidades que compõem o olho de um inseto moderno) no fóssil, mas ao contrário das de seus contemporâneos, essas células estavam mais espaçadas. Além disso, poucas estruturas de lentes foram encontradas, o que, segundo os especialistas, é notável.

"Existiam indícios de discos redondos semelhantes a lentes quando o olho foi estudado por fora, mas do aspecto interno, não foram notadas convexidades que possam efetuar qualquer refração da luz", apontou a equipe. Uma possível explicação para o fato é que os exoesqueletos trilobites não possuíam materiais em suas conchas para formar uma lente que pudesse refratar a luz nos ambientes marinhos onde viviam.

"Este fóssil excepcional nos mostra como os primeiros animais viam o mundo ao seu redor há centenas de milhões de anos", afirmou o paleontólogo Euan Clarkson, da Universidade de Edimburgo, em comunicado. "Notavelmente, também revela que a estrutura e a função dos olhos compostos mudaram pouco em meio bilhão de anos".

Os trilobites não tinham a acuidade visual de uma abelha moderna, mas viam bem o suficiente para desviar de obstáculos e até mesmo evitar seus predadores. Mesmo assim, acredita-se que esse sistema primitivo contribuiu para a evolução de uma visão cada vez mais útil nos antigos oceanos. (Com informações de Science Alert.)