Número de mortos em deslizamentos na Califórnia sobe para 20

Número de mortos em deslizamentos na Califórnia sobe para 20

Busca por sobreviventes continua, mas as esperanças de encontrar alguém vivo diminuíram, disseram autoridades

14/01/2018 - 18:25 hs
Foto: (Marcio Jose Sanchez/AP)
Número de mortos em deslizamentos na Califórnia sobe para 20
Um bombeiro é visto em meio a pedras e lama após um deslizamento em Montecito, na Califórnia

A busca pelos sobreviventes dos deslizamentos de terra em partes do Condado de Santa Bárbara, na Califórnia, continuavam neste domingo (14), enquanto diminuíam as esperanças de encontrar alguém vivo, disseram autoridades.

"Ainda estamos em modo de resgate e ainda esperamos achar alguém vivo, embora as chances disso acontecer estejam se tornando pequenas", disse Justin Cooper, porta-voz da equipe de resgate.

O número de mortes subiu para 20 neste domingo, com quatro pessoas ainda desaparecidas, de acordo com Cooper.

Mais 900 funcionários de equipes de emergência chegaram neste fim de semana para ajudar nos esforços de socorro conduzido por mais de 2.100 pessoas de agências locais, estaduais e federais, incluindo a Guarda Costeira dos Estados Unidos, e a Cruz Vermelha Norte-Americana.

O aumento dos esforços de resgate é uma resposta aos pedidos urgentes por mais pessoal feitos no início desta semana.

Chuvas fortes essa semana encharcaram a área próxima a Montecito, ao norte de Los Angeles, onde a vegetação foi removida devido ao maior incêndio florestal da história da Califórnia no mês passado.

As encostas encharcadas cederam, liberando uma enxurrada de lama, água, árvores arrancadas pela raiz e pedregulhos no vale abaixo, matando pessoas entre 3 e 89 anos.

A destruição cobriu 78 quilômetros quadrados de acordo com o Departamento de Florestas e Proteção ao Fogo da Califórnia, e forçou o fechamento de uma das estradas costeiras mais famosas da Califórnia, a rodovia 101.

As autoridades ordenaram que os moradores das cidades da região sudeste de Montecito, que está ao leste de Santa Barbara, deixem suas casas pelo que pode ser um período de uma ou duas semanas. (Com informações do G1).