Cai o primeiro nomeado por Bolsonaro. Alex Carreiro foi demitido da Apex

Na terça-feira, 7 de janeiro, sentido-se fortalecido, Carreiro demitiu 17 funcionários comissionados da Apex e convocou 11 pessoas aprovadas no concurso realizado em dezembro último

Por Semaias Pereira 10/01/2019 - 03:46 hs
Foto: Arquivo pessoal
Cai o primeiro nomeado por Bolsonaro. Alex Carreiro foi demitido da Apex
Alex Carreiro foi demitido da Apex

O presidente Jair Bolsonaro registrou a primeira demissão de um nomeado em seu curto governo. Alex Carreiro foi defenestrado da presidência da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) depois de bater de frente com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Carreiro acreditou que tinha apoio político para tamanha empreitada. Mas se enganou por completo.

Segundo o ministro, Carreiro será substituído pelo embaixador Mario Vilalva, “profundo conhecedor da promoção de exportação”. Carreiro havia tomado posse em 3 de janeiro. Não durou, portanto, nem uma semana no cargo.

A nomeação de Carreiro, formado em comunicação social e pós-graduado em gestão pública, para a Apex provocou um rebuliço. Funcionários da agência ficaram horrorizados com o currículo dele. Ele sequer fala inglês fluentemente, requisito fundamental para o cargo.

Na terça-feira, 7 de janeiro, sentido-se fortalecido, Carreiro demitiu 17 funcionários comissionados da Apex e convocou 11 pessoas aprovadas no concurso realizado em dezembro último. Pelos cálculos dele, a troca de comissionados por concursados resultaria em economia de R$ 6 milhões por ano.

No release divulgado pela assessoria de imprensa da Apex, no dia da posse de Carreiro, ele se mostrava entusiasmado para o cargo. “Nossa meta é tornar a Apex-Brasil ainda mais conhecida de quem produz e gera empregos. É fazer com que cada empresário conheça nossos serviços. Queremos que eles saibam que estamos aqui para ajudá-los a buscar investimentos e negócios lá fora”, disse.

Ele também era só elogios aos funcionários da agência. “Quando assumi o desafio de presidir a Apex-Brasil, já sabia que teria à disposição um corpo técnico de altíssima qualidade. Mas fiquei muito impressionado, não só com a competência técnica dessas pessoas, mas, sobretudo, com o comprometimento de cada uma delas para garantir que a Apex-Brasil continue a ser a principal parceira das nossas empresas, promovendo a internacionalização dos negócios e atraindo investimentos para o país”, afirmou. “Quero deixar claro que o nosso plano é valorizar e incentivar o trabalho sério de cada um que esteja comprometido com o sucesso do Brasil”, acrescentou. (Conteúdo do Correio Braziliense).