Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital de RR

Leandro Ribeiro, de 21 anos, matou jovem a facadas nesta terça-feira (13). Após o crime, o também professor de Jiu-Jítsu tentou se matar com a própria faca, foi socorrido, mas faleceu

14/02/2019 - 02:02 hs
Foto: Arquivo Pessoal
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital de RR
Leandro Ribeiro mata ex de 16 anos; crime ocorreu nesta terça (13), em Boa Vista

O lutador de MMA (Mixed Martial Arts) e professor de Jiu-Jítsu, Leandro Ribeiro, de 21 anos, faleceu na tarde desta quarta-feira (13), no Pronto Socorro Francisco Elesbão. Ele assassinou a ex-companheira pela manhã, por suposta tentativa de reatar o relacionamento. Depois do crime, o ex-lutador tentou cometer suicídio, chegou a ser socorrido com vida, mas veio a óbito horas depois. Conforme o NPCA (Núcleo de Proteção a Criança e Adolescente), ele não resistiu aos ferimentos da própria faca, na região do abdomên, chegando a ficar com as vísceras expostas.

Leandro Ribeiro era membro da Trinity, equipe de Jiu-Jítsu. Recentemente, o ex-lutador aderiu aos eventos de MMA, inclusive, em janeiro, conquistou o cinturão do Uiramutã Serra Combat 2.0, na revanche contra Leandro Cacique, que havia o derrotado em dezembro de 2017, pelo Rei da Selva Combat 11, realizado em Boa Vista-RR.

Entenda o caso

Conforme as testemunhas do crime, o ex-lutador teria ido à casa da vítima, a estudante Sara de Souza Ferreira, de 16 anos, no bairro Silvio Leite, zona Oeste da cidade. Leandro Ribeiro e a jovem haviam terminado o relacionamento, com duração de quatro anos, há seis meses, de acordo com o pai de Sara.

Após discussão na casa da vítima, Ribeiro atacou-a com golpes de faca, foi morta e, em seguida, o ex-lutador tentou se matar. Ele foi socorrido com vida e levado ao Hospital Geral de Roraima.

Na tentativa de suicídio, Leandro Ribeiro teria perdido um rim e o pâncreas, possivelmente ocasionado com ferimentos da própria faca que utilizou para cometer o crime contra a jovem, morta a facadas momentos antes.

*Com informações do G1 Roraima